Tratamento Dependência Química Feminina

Tratamento Dependência Química Feminina


Quando alguém se depara com um dependente químico na família, é comum surgirem dúvidas sobre tratamentos e qual o melhor lugar para se buscar ajuda.

Por isso falaremos sobre a dependência química e a importância da escolha de uma clínica que possa oferecer às mulheres tratamento especializado contra a doença.

Tipos de tratamento realizados dentro de uma clínica

Cada dependente possui sua individualidade, e os tratamentos são diferentes dependendo do quadro de uso de cada um. No caso das mulheres, é possível oferecer um tratamento ainda mais específico, buscando auxiliá-las quanto à forma como lidam com a dependência, assim como com as consequências do uso das substâncias ilícitas para a sua saúde física.

Há basicamente 3 formas de tratamento:

  • Internação parcial: a paciente recebe toda a atenção e auxílio durante o dia e à noite volta para casa, ou seja, não existe necessidade de ela dormir na clínica.
  • Tratamento interno: Esse processo acontece em casos mais graves, quando a doença já chegou a níveis extremos. A paciente necessita de atenção e cuidados médicos por dias e essa internação pode levar de um até seis meses geralmente.
  • Tratamento externo: Esse procedimento é indicado em casos mais leves ou para dar continuidade ao tratamento após o período de internação. A paciente não fica internada, apenas vai até a clínica para passar por sessões de terapia com o psicólogo e participar dos grupos de apoio. 

Que medidas deve-se tomar na hora de escolher uma clínica?

Tentar se recuperar sozinha é um erro, pois a partir do momento em que a dependente decide parar de usar a substância, inicia-se uma batalha e, sem ajuda e acompanhamentos de profissionais especializados, ela dificilmente irá conseguir vencer.

Na hora de escolher uma clínica de recuperação, deve-se adotar critérios rigorosos e a escolha do lugar pode influenciar de forma positiva ou negativa no tratamento. Fique atento a esses tópicos na hora de escolher o local ideal.

  • Pesquisar sobre o local na internet, ver a reputação.
  • Conhecer o lugar pessoalmente.
  • Avaliar o espaço, o que inclui  sua estrutura e ambiente.
  • Procurar indicações e referências sobre o local.
  • Evitar avaliar apenas considerando o valor do tratamento.
  • Verificar se a clínica possui alvará de funcionamento, registro no Ministério da Saúde e se está liberada para executar a função a qual ela se propõe.
  • Verificar se a clínica possui médicos e profissionais especializados na área, como: Nutricionista, Psicólogos, psiquiatras, enfermeiros entre outros.
  • Escolher visitar o lugar em um dia de visitas dos familiares dos pacientes já internados  para poder ouvir opiniões sobre o local.
  • Conversar com um profissional para saber o cronograma de atividades e detalhes do tratamento.

A Clínica Recuperando Vida oferece à dependente e aos familiares total apoio e estrutura, além de acesso aos planos que melhor atenderão suas necessidades financeiras.  

Entre em contato com umas das unidades das Clínicas Recuperando Vida em SP e conheça nosso trabalho e resultados.