Compartilhe:

X drogas que podem arruinar o coração do usuário


X drogas que podem arruinar o coração do usuário

X drogas que podem arruinar o coração do usuário

 

O coração é um dos órgãos mais importantes e vitais do corpo humano. Ele é o motor que mantém todo o organismo funcionando, e qualquer problema com ele pode ser fatal. De todos os males que as drogas fazem aos usuários, os problemas no coração são alguns dos mais graves. Por isso, vamos ver 5 drogas que podem arruinar o coração do usuário.

 

1 - A Cocaína e o Crack

A Cocaína é o maior inimigo do coração quando falamos de drogas ilícitas. Estima-se que um em cada quatro casos de ataque cardíaco em pessoas com menos de 45 anos, que são bem raros, esteja associado ao uso desta droga. Além disso, nesses casos, os infartos ocorrem em até 3 horas após o consumo, sendo que 25% deles ocorrem logo na primeira hora.

 

O crack, uma variação da cocaína, é tão ou mais perigoso que ela. Essa droga é adaptada para ser mais barata, pela adição de diversas substâncias bem prejudiciais.

 

O que torna o uso dessas drogas tão perigoso ao coração é o seu caráter estimulante. Ela faz o órgão trabalhar em excesso, o estressando muito mais do que o necessário. Soma-se a isso a falta de conhecimento dos usuários, que normalmente são mais jovens e não se encontram em grupos de risco de problemas no coração, e o cenário está armado para um problema ainda mais grave.

 

2 - O Ecstasy

O Ecstasy também é uma droga estimulante, e assim como a cocaína e o crack, é um grande inimigo do coração. O consumo dessa droga, mesmo em doses relativamente moderadas, aumenta a frequência cardíaca, a pressão sanguínea e a carga de trabalho do coração. Isso tudo no mesmo nível de trabalho de um remédio para estimular o órgão.

 

O problema, é que o corpo não está em condições de receber esse estímulo. Quando o mesmo ocorre durante exercícios intensos, o coração fica mais forte e eficiente. No caso do ecstasy, o estímulo é externo, fazendo com que o coração fique menos ineficiente e mais frágil.

 

3 - Os anabolizantes

Os anabolizantes também podem fazer bastante mal ao coração. Seu efeito é maior a longo prazo, já que essa droga colabora para transformar o colesterol bom no colesterol ruim, expondo os usuários a problemas como insuficiências cardíacas e derrames, por conta de uma hipertrofia do órgão.

 

4 - A maconha

A maconha também tem efeitos no coração, apesar de bem menos severos do que os anteriores – afinal, seu propósito é causar relaxamento, e não euforia. É o oposto do crack e da cocaína.

 

Porém, tragadas repetidas e muito constantes causam danos consideráveis, como microinfartos e isquemias.

 

5 - O álcool e o cigarro

Já considerando as drogas lícitas, o consumo de álcool, quando em doses exageradas, também pode ser prejudicial. Ele pode levar a inúmeras doenças, dentre elas as insuficiências cardíacas. É comum dizer que uma taça de vinho faz bem ao coração, mas ela deve ser parte de um conjunto de hábitos, como comer bem e fazer exercícios.

 

Por outro lado, o cigarro é um inimigo muito mais forte. Reconhecido pela sua relação direta com os pulmões e com a proliferação de câncer, os efeitos do cigarro no coração são tão fortes quanto. Isso porque a droga possui uma substância que deixa os vasos sanguíneos e as artérias muito mais suscetíveis ao acúmulo de gordura, podendo levar a derrames e ataques cardíacos.

 

Todas essas drogas têm seus efeitos no coração e no organismo de quem as consome. Alguns são mais graves, outros menos, mas todos devem ser evitados. Em caso de qualquer problema, não hesite em procurar ajuda.

Tratamentos

Blog

Informativos para auxílio da família,dependentes químicos e alcoólicos

Importância da psicoterapia grupal no processo terapêutico.

Importância da psicoterapia grupal no processo terapêutico.

A submissão química é uma enfermidade contemporânea que acarreta prejuízo as biografias e famílias.

Drogas Perturbadoras/Alucinóginas

Drogas Perturbadoras/Alucinóginas

Iremos abordar neste texto as drogas alucinógenas, seus efeitos e deliberações

COMPORTAMENTOS ADICTIVOS

COMPORTAMENTOS ADICTIVOS

É praxe articular comportamentos adictivos com o excesso de substâncias como a droga e o bebida alcoólica.

Como Proteger-se o Alcoolismo na juventude

Como Proteger-se o Alcoolismo na juventude

No Brasil, de concordância com o Texto 243 do Lei da criança e do Adolescente,