Compartilhe:

Quais são os tipos de drogas psicodélicas que existem?


Quais são os tipos de drogas psicodélicas que existem?

Quais são os tipos de drogas psicodélicas que existem?

 

Uma das mais aceitas formas de classificação das drogas é a francesa, que categoriza conforme elas agem no Sistema Nervoso Central (SNC):

 

-Estimulantes da Atividade do SNC: aumentam a atividade cerebral, fazendo com que a pessoa fique mais "elétrica", perca o sono;

 

-Depressores da Atividade do SNC: desaceleram a atividade cerebral, fazendo com que a pessoa fique mais desinteressada das coisas, podendo chegar à letargia;

 

-Perturbadores da Atividade do SNC: ao contrário das categorias anteriores, esta não mede quantidade de atividade cerebral, e sim sua qualidade; trata-se de substâncias que fazem o cérebro funcionar fora do normal, perturbando a mente.

 

Neste texto, vamos falar sobre estas últimas, também chamadas psicodélicas, alucinógenas ou psicoticomiméticas, entre outros nomes. Continue lendo!

 

O que são drogas psicodélicas?

 

Como já foi dito, esses psicotrópicos alteram a qualidade do funcionamento do cérebro. Uma vez ingeridos, viajam pela corrente sanguínea até chegar às fendas sinápticas, os espaços entre um neurônio e outro, onde são liberados os neurotransmissores que permitem que ocorra a sinapse, a transmissão de informações de um neurônio a outro. Um destes neurotransmissores é a serotonina. A droga estimula sua produção e impede que ela seja absorvida, aumentando sua quantidade, e é isso que causa a sensação de felicidade tão procurada pelos usuários.

 

O sintoma mais importante causado por uma substância psicodélica são as alucinações (que também aparecem em doenças graves como a esquizofrenia), definidas pela medicina como percepção sem objeto, o que quer dizer que a pessoa vê objetos, sente cheiros ou escuta ruídos que não existem. Começa assim a "viagem", que pode despertar prazer ou terror, dependendo do estado emocional da pessoa antes do consumo da droga. É muito comum que as pessoas vejam cores mais brilhantes, digam que ouvem melhor, ou misturem sensações (sinestesia), como dizer que os sons têm cores, que as cores têm cheiro, etc. Há também a sensação de estar fora do corpo, de dissolução do eu no mundo que o rodeia, perda da percepção do espaço (ver as coisas muito maiores ou menores do que são), da noção do tempo (minutos podem parecer horas) e do perigo (achar que pode voar saltando de uma janela, por exemplo).

 

Outros efeitos dependem de cada droga, se ela age mais no SNC ou no resto do corpo, e de cada organismo. As drogas alucinógenas costumam ser divididas entre naturais (extraídas de plantas) e sintéticas (produzidas em laboratório). Veremos no próximo tópico algumas delas.

 

Principais tipos de drogas psicodélicas que existem

 

-LSD: é a mais famosa, extraída a partir de um fungo do centeio e do trigo. Pode vir na forma de um pó branco, em líquido, tablete ou adesivo. Além das alucinações, provoca arritmia cardíaca e prejudica a gravidez. Não mata nem causa sintomas físicos típicos da crise de abstinência, mas a dependência pode acontecer pelo desejo de outras "viagens" (apenas psíquica). Seu efeito dura de 8 a 12 horas.

 

-Ecstasy: substância sintética, é estimulante e psicodélica. Foi usada como moderador de apetite e no tratamento de transtornos como depressão, mas logo foi abandonada pela medicina, porque causava surtos psicóticos em alguns pacientes. Sua principal forma de uso é em comprimidos. Seu efeito de euforia pode durar até sete horas, seguido de paranoia, comportamento violento, febre, desidratação e depressão.

 

-Mescalina: é extraída de um cacto da América Central, o Peiote, e muito usada por povos indígenas locais. Tem os mesmos efeitos do LSD, porém menos intensos, e mais tremores, hipertensão, hipertermia e sudorese. Pode ser mastigada, tomada como infusão ou injetada. Seus efeitos duram até 10 horas.

 

-Caapi e Chacrona: plantas misturadas para preparar Ayuahasca, bebida importante na religião do Santo Daime, surgida entre indígenas da Amazônia. Nos primeiros dez minutos após a ingestão, pode causar náusea, vômito e diarreia.

 

-Psilocibina: é um alcaloide, cuja estrutura é semelhante à da serotonina, extraído de várias espécies de cogumelos, conhecidos como "cogumelos mágicos". Pode ser ingerido como chá, desidratado e moído ou em cápsulas. Seus efeitos, também muito parecidos com os do LSD e do ecstasy, incluem euforia, tontura e sonolência, podendo durar de 4 a 6 horas, ou até alguns dias.

Tratamentos

Blog

Informativos para auxílio da família,dependentes químicos e alcoólicos

Importância da psicoterapia grupal no processo terapêutico.

Importância da psicoterapia grupal no processo terapêutico.

A submissão química é uma enfermidade contemporânea que acarreta prejuízo as biografias e famílias.

Drogas Perturbadoras/Alucinóginas

Drogas Perturbadoras/Alucinóginas

Iremos abordar neste texto as drogas alucinógenas, seus efeitos e deliberações

COMPORTAMENTOS ADICTIVOS

COMPORTAMENTOS ADICTIVOS

É praxe articular comportamentos adictivos com o excesso de substâncias como a droga e o bebida alcoólica.

Como Proteger-se o Alcoolismo na juventude

Como Proteger-se o Alcoolismo na juventude

No Brasil, de concordância com o Texto 243 do Lei da criança e do Adolescente,