Compartilhe:

Quais os danos que as drogas sintéticas trazem para o sistema nervoso?


Quais os danos que as drogas sintéticas trazem para o sistema nervoso?

Quais os danos que as drogas sintéticas trazem para o sistema nervoso?

Que as drogas causam diversos danos aos seus usuários, todo mundo sabe. Mas o que exatamente elas fazem com o nosso organismo, mais especificamente, com o sistema nervoso?

 

Provavelmente a maioria das pessoas tem poucas informações a respeito, ou até mesmo nenhuma. Conhecer os danos que as drogas – principalmente as sintéticas – causam é primordial tanto para alertar a população sobre os malefícios que o consumo pode proporcionar a longo prazo quanto para ajudar os usuários que estão tentando abandonar o vício.

 

Neste artigo, trazendo as principais informações sobre o assunto. Continue fazendo a leitura e descubra como o sistema nervoso é afetado.

 

O que são drogas sintéticas?

 

O mundo das drogas é repleto de substâncias. Além da sua diversidade, estas substâncias são classificadas em três tipos. São elas:

 

  1. Naturais: Nada mais são do que substâncias originárias de plantas. Entre os exemplos mais conhecidos de drogas naturais estão a maconha, o haxixe, cogumelo alucinógeno e o ópio.

 

  1. Sintéticas: Drogas desenvolvidas em laboratórios. O ecstasy, substância popularizada na década de 1970, é um dos principais exemplos da categoria.

 

Também são consideradas drogas sintéticas:

 

- Anfetamina;

 

- Ketamina;

 

- LSD;

 

- Inalantes;

 

- GHB.

 

  1. Semissintéticas: Substâncias originárias de plantas, mas que são modificadas em laboratórios. A cocaína é uma droga classificada como semissintética, pois ela é extraída da planta da coca e passa pelo processo de modificação artificial.

 

É importante pontuar que estes três tipos de drogas são considerados ilícitas, ou seja, são proibidas. Já as drogas lícitas são aquelas que são comercializadas, como, por exemplo, cigarro e bebidas alcoólicas em modo geral.

 

O que é o sistema nervoso?

 

O sistema nervoso é a parte do organismo responsável pela maioria de suas funções, coordenando as atividades do corpo, sejam elas voluntárias ou involuntárias. No ser humano, o sistema nervoso se divide em duas partes: O sistema nervoso central e o sistema nervoso periférico.

 

O cérebro é o principal órgão do sistema nervoso, pois é ele quem coordena e desempenha todas as funções do nosso corpo. Uma vez que ele é afetado, todo o organismo é comprometido.

 

Os danos das drogas sintéticas no sistema nervoso

 

Independente do tipo da droga, todas elas causam danos ao organismo, principalmente ao sistema nervoso, que vão além da dependência química.

 

O vício em drogas é apenas um dos problemas, que desencadeia uma série de consequências a longo prazo no usuário, podendo, em muitos casos, ser permanentes.

 

É importante ressaltar que as drogas sintéticas têm como principal característica a sensação de prazer e bem-estar. Estes efeitos são perigosos, pois muitas vezes seus usuários podem acabar se esquecendo momentaneamente que estão consumindo/aplicando substâncias químicas. Quando estes efeitos passam, o usuário sente a necessidade de mais, pois as sensações proporcionadas por elas se esvaem.

 

As drogas sintéticas são muito populares em festas e eventos sociais, mais especificamente entre os jovens, que buscam novas sensações e experiências.

 

Por isso, a conscientização em relação ao uso de drogas é importante, principalmente com este público. Por meio dela, evita-se danos ao sistema nervoso como:

 

- Alucinações;

 

- Psicose;

 

- Lesões cerebrais;

 

- Aumento da temperatura corporal;

 

- Redução da concentração/deficit de atenção;

 

- Fadiga;

 

- Convulsões;

 

- Agitação;

 

- Redução dos reflexos.

 

Os danos que as drogas sintéticas trazem para o sistema nervoso podem variar de acordo com a droga ingerida, bem como a quantidade que o usuário consome. Para evitar qualquer complicação mais séria, é fundamental buscar a ajuda de uma clínica especializada no tratamento de dependentes químicos.

 

Somente uma clínica de reabilitação conta com profissionais de diversas áreas da saúde habilitados para tratar o vício, proporcionando a cura e melhora da qualidade de vida do paciente.

 

Gostou do artigo? Compartilhe!

Tratamentos

Blog

Informativos para auxílio da família,dependentes químicos e alcoólicos

Importância da psicoterapia grupal no processo terapêutico.

Importância da psicoterapia grupal no processo terapêutico.

A submissão química é uma enfermidade contemporânea que acarreta prejuízo as biografias e famílias.

Drogas Perturbadoras/Alucinóginas

Drogas Perturbadoras/Alucinóginas

Iremos abordar neste texto as drogas alucinógenas, seus efeitos e deliberações

COMPORTAMENTOS ADICTIVOS

COMPORTAMENTOS ADICTIVOS

É praxe articular comportamentos adictivos com o excesso de substâncias como a droga e o bebida alcoólica.

Como Proteger-se o Alcoolismo na juventude

Como Proteger-se o Alcoolismo na juventude

No Brasil, de concordância com o Texto 243 do Lei da criança e do Adolescente,