Internação Compulsória, uma boa medida ou não

Internação Compulsória, uma boa medida ou não?

Internação Compulsória quem vive em São Paulo e até quem não vive, já precisa ter ouvido anunciar da região da Cracolândia. Localizada na região central da município, ela é famosa pelo intenso contrabando de drogas que ocorre por lá, fruta do desenvolvimento desembestado de moradores de rua e dependentes químicos, que vivem todos os dias na região.

Deixando aquela parte da município muito deteriorada, vários comércios fechando as portas, por falta de uso, afinal de contas, ninguém pretende mudar por próximo e correr o perigo de ser agredido.

Dessa forma, quem pode, evita essa parte da município, porém quem não possui escolha, procura mais caminhos para alcançar ao trabalho.

Preocupada com este desenvolvimento acelerado, a municipalidade da município resolveu realizar o que foi chamado de esperteza de saneamento. Porém afinal de contas o que seria essa análogo saneamento?

Atuação dos agentes de saúde na Cracolândia.

A resposta é simples, para conseguir permitir um basta a este desenvolvimento e ao mesmo tempo experimentar revitalizar aquela setor, em 2013.

A municipalidade a partir de atitudes judiciária conseguiu que funcionários da saúde pública e de policiais fossem ao local para realizar a tragada Internação Compulsória, daquelas indivíduos que viviam vagando, pela região e experimentar comprometer-se os traficantes que fazem “a farra ” na Cracolândia.

No momento em que se precisa realizar este tipo de internação?

A Internação Compulsória, é uma providência defendida por psiquiatras, como um meio de permitir uma chance dessas indivíduos que vivem nas ruas e são dependentes químicas.

Que não podem agir pelos seus práticas, de terem um tratamento que as proporcione uma vida mais digna e melhor de então em perante, como afirma o formador senhor da psiquiatria da Faculdade Federal e São Paulo.

Para ele o que se deseja com essas atitudes na Cracolândia é aumentar a coordenação da princípio. E completa “ Isto nada mais é que afazeres mais intensivos.

As classes média e alta, que evidencia dinheiro, já fazem internação involuntária e compulsória o tempo todo. É um direito das indivíduos que apenas contam com o Sistema Único de Saúde (SUS), como é o caso da Cracolândia, ganhar este atenção momentoso.”

Os males da Internação Compulsória

Os casos de Internação compulsória, necessita ser bastante bem avaliada antes de ingerir análogo providência. Por exemplo, ao desbaratar uma indivíduo a se internar.

Pode fazer uma reação e retaliação contrária, do correlativo químico, daquela que você pretendia antigamente.

No caso da Cracolândia, o fossa é mais por baixo, uma vez que então você está se metendo com indivíduos que já vivem e estão acostumadas a viver daquele modo, forçando-as a se internar, pode ser também pior.

Como diz o vice-presidente do Sugestão Regional de Serviço Comunitário de São Paulo (CRESS-SP), Marcos Valdir Silva. Para ele atitudes como essa adotada em uma Internação compulsória pode fazer grandes e lotados

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas e alcoolismo. Entre em contato com a Instituição Clinica  Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643